Luciana Bento

‘A melhor forma de evitar a febre amarela é tomando a vacina’, alerta infectologista | Bem Estar

Quantas pessoas você conhece que não tomaram a vacina da febre amarela? A infectologista Rosana Richtmann e o professor titular de transplante da USP Luiz Augusto Carneiro participaram do Bem Estar desta quarta-feira (7) e tiraram dúvidas sobre doença, vacina, transplante.

A febre amarela impõe um grande desafio aos médicos – o tratamento da doença. Só a prevenção era feita, mas agora os profissionais de saúde precisam lidar com as pessoas doentes. O Brasil vive um surto. Em todo o país, entre julho de 2017 e fevereiro de 2018 foram 723 casos e 237 mortes.

O Hospital das Clínicas de São Paulo, a Fiocruz e outras instituições monitoram a eficácia de um remédio contra a hepatite C, que está sendo usado de forma experimental para o combate à febre amarela. Ele é produzido no exterior, tem um custo muito alto e ainda não há estudos que comprovem a sua eficácia.

Os especialistas lembram que a melhor forma de evitar a febre amarela é se vacinar. A infectologista explicou que a dose fracionada protege o dobro do mínimo recomendado pela OMS.

Fonte G1

Facebook Comentários

Luciana Bento

64 comments

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular